O caso Dr. Bumbum e os cuidados ao escolher o médico para a sua cirurgia plástica.



A morte da bancária preocupa a respeito da qualidade das cirurgias plásticas e reforça a necessidade de um cuidado a mais na hora de escolher o profissional certo.

As cirurgias plásticas estão em alta e os métodos para realizarem esses procedimentos estão cada vez melhores. Apesar disso, ainda é de extrema importância que, antes de realizar a sua cirurgia, você estude bem sobre o médico que irá realiza-la.


A morte de Lilian Calixto, de 46 anos, reforça essa necessidade de escolher um profissional totalmente capacitado para realizar o método. A bancária faleceu após a realização de um procedimento estético em um apartamento na Barra da Tijuca (RJ), com grandes suspeitas de que a causa da morte tenha sido imprudência médica.


Lilian foi até o apartamento do seu médico, conhecido como Dr. Bumbum, para passar pelo procedimento de preenchimento, que não é nenhuma novidade para o mundo da dermatologia e nem da cirurgia plástica, mas, a pergunta que fica depois do ocorrido é: em quais circunstâncias é possível ocorrer complicações graves e o que se pode fazer para evitar casos como esse?


A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) recomenda que todos os pacientes sigam importantes critérios de segurança no momento de se submeter a qualquer procedimento em Cirurgia Plástica. O primeiro é checar se o médico tem cadastro ativo no Conselho Regional de Medicina da região em que atua e se, de fato, é habilitado em cirurgia plástica. Também é recomendado pesquisar no site da SBCP se o profissional é filiado à entidade.


O conselheiro da SBCP explica porque é tão importante que seja feita essa pesquisa no site da Sociedade: “Existem diversos outros nomes para iludir o paciente, envolvendo cirurgia, medicina, estética, combinações desses nomes que são feitos para iludir o paciente querendo se parecer que a Sociedade Brasileira da Cirurgia Plástica. São seis mil membros no Brasil. Você indo a um médico desses, você tem certeza de que ele teve, além da faculdade, cinco anos de pós-graduação e foi submetido a uma prova escrita, oral e prática para receber o título de especialista. Ele tem, no mínimo, um treinamento adequado”.


Além disso, é essencial que o procedimento seja realizado em um hospital ou clínica que tenha autorização da Anvisa, o que significa que o órgão se certificou que o ambiente é esterilizado e tem condições adequadas de centro cirúrgico, trazendo total segurança para o paciente durante a cirurgia.


Portanto, antes de realizar qualquer procedimento, conheça bem quem irá comandar a sua cirurgia; lembre-se que você estará depositando a sua vida nas mãos deste profissional. Por um mundo com menos casos como o de Lilian e mais pessoas felizes e realizadas com suas plásticas muito bem sucedidas!


Fonte: G1

© Copyright 2016.

Todos os direitos reservados.

Dr. André Reda Cirurgia Plástica

CRM - SP 102.016

ACOMPANHE
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

São José do Rio Preto, SP

Rua Amadeu Segundo Cherubini, 379 ​ | São Manoel

Tel:  17 3226-4848

Mirassol, SP

Av. Eliezer Magalhães, 2.809

Tel:  17 3242-6968

Desenvolvido         Novva Comunicação