Conheça 3 técnicas de implante de prótese de silicone que não influenciam na amamentação


Implante

Geralmente, mulheres com próteses podem amamentar, pois o implante em si, não impede a amamentação. O problema acontece no tipo de cirurgia que foi escolhida, que envolve o local do corte e a região onde o implante é colocado. Por isso, as mulheres que querem colocar silicone e ter filhos, devem conversar com o seu cirurgião, para ter plena certeza da técnica que será usada, para ser compatível com o aleitamento materno.


Veja a seguir 3 técnicas que não influenciam na amamentação:


Incisão inframamária: é um corte realizado abaixo da mama, na prega inframamária. Essa é uma das técnicas mais realizadas, pois proporciona o máximo de acesso para a dissecção precisa e colocação de um implante mamário. O ponto positivo é que essa técnica agride muito pouco o tecido mamário, ou a arquitetura mamária, pelo fato de que a mama é apenas levantada para o implante poder ser colocado por debaixo dela.


Incisão axilar: essa é uma técnica que coloca o implante de silicone através das axilas, abrindo-se um túnel de dissecção até a região das mamas, deixando um espaço suficiente para a colocação do silicone. A grande vantagem dessa técnica é que ela permite a colocação de implantes sem cicatrizes visíveis nos seios.


Incisão umbilical: essa é uma das técnicas menos comum, onde uma incisão e a colocação do implante é feita através do umbigo, fazendo túneis de dissecção para atingir a região mamária, sendo descolada para a introdução dos silicones. O benefício dessa técnica é que ela permite a colocação de implantes sem cicatrizes aparentes na região das mamas.