Exames necessários antes de uma cirurgia plástica


Antes de realizar uma cirurgia plástica, é importante que sejam realizados exames pré-operatórios, que devem ser indicados pelo médico, como o objetivo de evitar complicações durante o procedimento ou na fase de recuperação, como anemia ou infecções graves, por exemplo.


Por isso, o médico indica a realização de uma série de exames para determinar se a pessoa está saudável e se é possível a realização da cirurgia. Somente após a análise de todos os exames é que é possível informar à pessoa se é possível realizar a cirurgia plástica sem complicações.


Os principais exames solicitados pelo médico antes da realização de qualquer cirurgia plástica são:


1. Análises sanguíneas


As análises sanguíneas são fundamentais para que se possa saber das condições de saúde geral do paciente, assim, as análises mais solicitadas antes dos procedimentos cirúrgicos são:


  • Hemograma, em que são verificadas as quantidades de hemácias, leucócitos e plaquetas;

  • Coagulograma, que verifica a capacidade de coagulação da pessoa e, assim, identificar o risco de grandes sangramentos durante o procedimento;

  • Glicemia em jejum, já que níveis alterados de glicose no sangue podem colocar em risco a vida da pessoa, principalmente durante uma cirurgia. Além disso, caso a pessoa tenha níveis muito elevados de glicose no sangue, o risco de infecção aumenta, podendo haver uma infecção por um microrganismo resistente, que é difícil de ser tratado;

  • Dosagem de ureia e creatinina no sangue, pois dá informações sobre o funcionamento dos rins;

  • Dosagem de anticorpos, principalmente IgE total e IgE específica para látex, informa se a pessoa possui algum tipo de alergia e se o sistema imunitário está preservado.


Para realizar os exames de sangue pode ser necessária a realização de jejum de pelo menos 8 horas, ou de acordo com a orientação do laboratório ou do médico. Além disso, é recomendado que não se faça uso de álcool ou fume pelo menos 2 dias antes do exame, pois esses fatores podem interferir no resultado.


2. Exame de urina


O exame de urina é solicitado com o objetivo de verificar alterações renais e possíveis infecções. Assim, o médico normalmente solicita a realização de um exame de urina tipo 1, também chamado de EAS, em que são observados aspectos macroscópicos, como cor e odor, e microscópicos, como presença de hemácias, células epiteliais, leucócitos, cristais e microrganismos. Além disso, é verificada o pH, densidade e presença de outras substâncias na urina, como bilirrubina, cetonas, glicose e proteínas, por exemplo, podendo informar sobre alterações não só nos rins, mas também no fígado, por exemplo.


Além do EAS, o cirurgião plástico também recomenda a realização da urocultura, que é um exame microbiológico que tem como objetivo verificar a presença de microrganismos causadores de infecção. Pois caso haja suspeita de infecção, normalmente é iniciado o tratamento adequado para evitar o risco de complicações durante o procedimento.


3. Exame cardíaco

O exame que avalia o coração normalmente solicitado antes das cirurgias é o eletrocardiograma, também conhecido por ECG, que avalia a atividade elétrica do coração. Por meio desse exame, o cardiologista avalia o ritmo, velocidade e quantidades de batidas do coração, sendo possível identificar qualquer anormalidade.

O ECG é um exame rápido, tem duração média de 10 minutos, não causa dor e não necessita de preparo específico.


4. Exame de imagem

Os exames de imagem variam de acordo com o tipo de cirurgia plástica a ser realizada, porém todos possuem o mesmo objetivo, que é avaliar a região em que a cirurgia será realizada e verificar a integridade dos órgãos.


No caso da mamoplastia de aumento, redução e da mastopexia, por exemplo, são indicadas a realização de ultrassonografia das mamas e da axila, além da mamografia caso a pessoa tenha mais de 50 anos. Já no caso da abdominoplastia e da lipoaspiração, normalmente são recomendadas a realização de ultrassonografia de abdômen total e da parede abdominal. Para as cirurgias de rinoplastia, por exemplo, o médico normalmente solicita a realização da tomografia dos seios da face.


Para a realização dos exames de imagem normalmente não são necessários qualquer tipo de preparo, mas é importante seguir as indicações e orientações do médico ou do local em que será realizado o exame.


Quando fazer os exames médicos?


Os exames devem ser feitos com pelo menos 3 meses para a cirurgia plástica, pois exames realizados com mais de 3 meses podem não representar a condição real da pessoa, uma vez que podem ter havido alterações no organismo.


Os exames são solicitados pelo cirurgião plástico e têm como objetivo conhecer a pessoa e identificar possíveis alterações que podem colocar o paciente em risco durante o procedimento. Por isso, é importante que todos os exames sejam realizados para garantir o sucesso e segurança do procedimento cirúrgico.


Os resultados dos exames são analisados pelo médico e pelo anestesista e, caso esteja tudo bem, a cirurgia é autorizada e realizada sem quaisquer risco.


Fonte: Tua Saúde


© Copyright 2016.

Todos os direitos reservados.

Dr. André Reda Cirurgia Plástica

CRM - SP 102.016

ACOMPANHE
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

São José do Rio Preto, SP

Rua José Picerni, 540​ | São Manoel

Tel:  17 3226-4848

Mirassol, SP

Av. Eliezer Magalhães, 2.809

Tel:  17 3242-6968

Desenvolvido         Novva Comunicação