Pessoas com problemas cardíacos podem fazer cirurgia plástica?


Cirurgia Plástica

O Brasil está entre os principais países com o maior número de realizações de procedimentos estéticos no mundo. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, são mais de 1,5 milhão de intervenções estéticas todos os anos no nosso país. Mas muitas pessoas me perguntam se existem restrições e/ou alguma idade correta para realizar procedimentos estéticos. Principalmente quando o/a paciente tem problemas cardíacos. Por isso, no texto de hoje vou explicar para vocês se pessoas com problemas cardíacos podem fazer cirurgia plástica.


A cirurgia plástica, como qualquer outra, envolve riscos e possíveis efeitos colaterais. Isso para qualquer pessoa. Os procedimentos atuais evoluíram muito e têm se tornado cada vez mais seguros, mas ainda assim, estamos falando de uma cirurgia e, portanto, da necessidade de cuidados e atenção especiais.


Falando de modo geral, o coração é um órgão com baixa probabilidade de ser afetado por uma cirurgia plástica, desde que o/a paciente seja bem avaliado pelo profissional no pré-operatório.


Os sistemas cardiovasculares daqueles que se submetem à anestesia geral e procedimentos cirúrgicos estão sujeitos a múltiplas tensões e complicações. O coração, como nossa bomba vital, é exigido num cenário como esse. Portanto, precisa estar em boas condições de saúde para dar conta de uma provável sobrecarga, mesmo que pequena.


Portanto, o ideal é sempre manter uma vida mais saudável, comendo bem e praticando esportes. Veja sempre com seu médico, antes de realizar qualquer tipo de cirurgia, qual seu estado de saúde atual e possíveis riscos envolvidos.